fbpx

DADOS DO SETOR

A Índia é o um dos maiores polos de artesanato do mundo!

A produção de pequena escala e o setor da produção em casa (cottage industry) ajuda a resolver problemas sociais e econômicos dos artesãos, proporcionando emprego a mais de 7 milhões de artesãos (incluindo os do comércio de tapetes trançados), que incluem um grande número de mulheres e pessoas pertencentes às partes mais pobres da sociedade.

Além do alto potencial de emprego, o setor é economicamente importante do ponto de baixo investimento de capital, alto índice de adição de valor e alto potencial de exportações e ganhos cambiais para o país.

A indústria é altamente intensiva em mão-de-obra e descentralizada, estendendo-se por todo o país em áreas rurais e urbanas. Muitos artesãos estão envolvidos em certos trabalhos de artesanato em tempo parcial.

No cenário mundial de mudanças, os produtos artesanais exportados para vários países formam uma parte dos produtos de estilo de vida no mercado internacional. O impacto é devido à evolução do gosto e tendências do consumidor. Em vista disto, é hora da indústria artesanal indiana entrar nos detalhes de atualizações de desenhos, padrões, desenvolvimento de produtos, inovações e mudanças necessárias em instalações de produção para uma variedade de materiais, técnicas de produção e conhecimentos relacionados para alcançar uma posição de liderança na rápida crescente competitividade com outros países.

Os 7 milhões de produtores que são a espinha dorsal da indústria artesanal indiana possuindo habilidade inerente, técnica, artesanato tradicional é bastante suficiente para a plataforma principal.

A emergência do setor do artesanato, como uma das fontes de renda cambial para o país, é evidente a partir dos dados das exportações de toda a Índia.

EXPORTAÇÕES TOTAIS DA ÍNDIA X EXPORTAÇÕES DE ARTESANATOS E O SEU CRESCIMENTO

As exportações indianas do setor do artesanato atingiram US$ 3.6 bilhões em 2018.

Os países que mais importaram da Índia em 2018 foram Holanda, Itália, Canadá e os países da América Latina e Caribe. Em média houve um crescimento de 18% comparando com as importações de 2017 para 2018.

Houve um crescimento de 20% nas exportações da Índia para os países da América do Sul e Caribe do segmento de óleos essenciais e incensos comparando com os números entre 2017 e 2018, atingindo US$13,64 milhões. Também um crescimento neste período de 5% no segmento de xales e echarpes pintados a mão.

O total das exportações para região da América Latina e Caribe foi de US$ 60 milhões. O Brasil apresentou um aumento das importações de 54% dos artigos indianos em lã e crochê em 2018 atingindo um volume de US$2,77 milhões.

No segmento de bijuterias também houve um incremento nas importações brasileiras de 23,6%. E somando todos os segmentos do artesanato indiano, o Brasil aumento em 25% suas importações da Índia em 2018.